ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Aumento da translucência nucal fetal em 11-14 semanas.

Aumento da translucência nucal fetal em 11-14 semanas.



Translucência nucal (TN) é o aspecto ultra-sonográfico de uma coleção de líquido subcutâneo atrás da nuca do feto. A medição da espessura NT fetal com o scan 11-14-semana foi combinada com a idade materna para proporcionar um método eficaz de rastreio de trissomia 21; para uma taxa de testes invasivos de 5%, cerca de 75% das gravidezes trissômicas pode ser identificado. Quando soro materno-beta livre gonadotrofina coriónica humana (beta-hCG) e gravidez associada plasma proteína-A (PAPP-A) com 11-14 semanas também são levados em conta, a taxa de detecção de defeitos cromossómicos é de cerca de 90%. TN aumentada também pode identificar uma alta proporção de outras anormalidades cromossômicas e está associada com grandes defeitos do coração e grandes artérias, e uma grande variedade de displasias esqueléticas e síndromes genéticas. Em gêmeos monocoriônicos, discordância para TN aumentada é um marcador precoce de gêmeo-à-gêmea síndrome de transfusão (STT). Tal como acontece com a introdução de qualquer nova tecnologia na prática clínica de rotina, é essencial que aqueles a realização do exame 11-14-semana são adequadamente treinadas e seus resultados são submetidos à auditoria rigorosa.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/11981911

VEJA TAMBÉM:

  • Rastreamento de primeiro trimestre para restrição do crescimento intra-uterino e de início precoce de pré-eclâmpsia.
  • Triagem para aneuploidias por idade materna, translucência nucal e bioquímica sérica materna no 11-13 +6 semanas de gestação.


  • Texto Original



    Nuchal translucency (NT) is the sonographic appearance of a subcutaneous collection of fluid behind the fetal neck. The measurement of fetal NT thickness at the 11-14-week scan has been combined with maternal age to provide an effective method of screening for trisomy 21; for an invasive testing rate of 5%, about 75% of trisomic pregnancies can be identified. When maternal serum free-beta human chorionic gonadotrophin (beta-hCG) and pregnancy-associated plasma protein-A (PAPP-A) at 11-14 weeks are also taken into account, the detection rate of chromosomal defects is about 90%. Increased NT can also identify a high proportion of other chromosomal abnormalities and is associated with major defects of the heart and great arteries, and a wide range of skeletal dysplasias and genetic syndromes. In monochorionic twins, discordancy for increased NT is an early marker of twin-to-twin transfusion syndrome (TTTS). As with the introduction of any new technology into routine clinical practice, it is essential that those undertaking the 11-14-week scan are adequately trained and their results are subjected to rigorous audit.

    VEJA TAMBÉM:

  • Comparação do Grau de Tolerância ao Exercício em Crianças após Tratamento Cirúrgico de Defeitos Cardíacos Complexos, Avaliados Usando Ergoespirometria e o Nível do Peptídeo Natriurético Cerebral
  • Ângulo facial Frontomaxillary menos 11 + 0 + 6 a 13 semanas em população chinesa.