ARTIGOS

Você está em - Home - Artigos - Maior precisão de diagnóstico por ultra-som usando marcadores secundários na triagem no primeiro trimestre de trissomias 21, 18 e 13 e síndrome de Turner.

Maior precisão de diagnóstico por ultra-som usando marcadores secundários na triagem no primeiro trimestre de trissomias 21, 18 e 13 e síndrome de Turner.



O objetivo deste estudo foi avaliar a eficiência de um conjunto de parâmetros de triagem no primeiro trimestre para aneuploidias fetais, incluindo a avaliação do ultra-som do osso nasal (RN), o fluxo sanguíneo no ducto venoso (DV) e do fluxo através da válvula tricúspide .
MÉTODOS:
Rastreamento de aneuploidias foi realizado em 4.172 gestações únicas entre janeiro de 2006 e dezembro de 2010. Precisão do diagnóstico de triagem combinado [inclusive da idade materna, translucência nucal (TN) e materna gonadotrofina de beta-humano livre coriônica e gravidez associada à proteína plasmática A] e de marcadores de ultra-som secundários [NB, regurgitação tricúspide (TR) e Doppler estudos do DV] obtidos na mesma visita foi avaliada usando o receptor operacional característica análise da curva (ROC).
RESULTADOS:
As áreas individuais sob as curvas ROC de NT, NB, DV ou TR variou entre 0,7 e 0,8, o que representa discriminação aceitável. A área sob a curva ROC de rastreio de primeiro trimestre combinado foi de 0,87, enquanto que a adição de marcadores de ultra-som secundárias aumentou a área sob a curva de 0,92, o que representa uma discriminação excelente. Em um cutoff de risco de 1: 275, a taxa de detecção de aneuploidias aumentou de 87% para 92% (z estatística = 1,78, P = 0,076), e a taxa de falsos positivos de 5,3% diminuiu para 4,8%.
CONCLUSÃO:
A adição de marcadores de ultra-som secundárias (NB, DV e TR) para triagem no primeiro trimestre combinado mostrou uma tendência de maior precisão do exame.

Fonte: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22570267

VEJA TAMBÉM:

  • Triagem da Síndrome de Down em gêmeos
  • Será que a influência de pré-eclampsia função cardiovascular fetal na restrição de crescimento intrauterino precoce?


  • Texto Original



    The aim of this study was to examine the effectiveness of a combination of parameters at first-trimester screening for fetal aneuploidies, including ultrasound assessment of the nasal bone (NB), blood flow in the ductus venosus (DV) and flow across the tricuspid valve.
    METHODS:
    Screening for aneuploidy was carried out in 4172 singleton pregnancies between January 2006 and December 2010. Diagnostic accuracy of combined screening [inclusive of maternal age, fetal nuchal translucency (NT) thickness and maternal serum free beta-human chorionic gonadotropin and pregnancy-associated plasma protein A] and of secondary ultrasound markers [NB, tricuspid regurgitation (TR) and Doppler studies of the DV] obtained at the same visit was assessed using the receiver operating characteristic (ROC) curve analysis.
    RESULTS:
    The individual areas under the ROC curves of NT, NB, DV or TR ranged between 0.7 and 0.8, representing acceptable discrimination. The area under the ROC curve of combined first-trimester screening was 0.87, whereas the addition of secondary ultrasound markers increased the area under the curve to 0.92, which represents excellent discrimination. At a risk cutoff of 1 : 275, the detection rate for aneuploidy increased from 87% to 92% (z statistic = 1.78, P = 0.076), and the false positive rate decreased from 5.3% to 4.8%.
    CONCLUSION:
    The addition of secondary ultrasound markers (NB, DV and TR) to combined first-trimester screening showed a tendency toward improved accuracy of the screening.


    VEJA TAMBÉM:

  • Primeiros marcadores trimestre de trissomia 21 ea influência do estado materno cigarro.
  • PAPP-A, o crescimento ?-hCG, e no início fetal livre identificar dois caminhos que levam a parto prematuro.